Inventário de piras infantis

eu achava que cabelo de barbie crescia, que aquelas bolas laranjas nos fios altos eram bolas de basquete, que lambada era aquilo que tem na rua e que camisinha era uma camisa de manga curta
eu achava que gravidez era aleatória, tipo puft, to gravida, que manchas brancas nas unhas eram sinal de que voce ia ganhar presente, acreditava que existia uma passagem secreta aqui no predio e que se a gente entrasse no espelho era tudo invertido com gemeos maus
eu achava que congelar leite com nescau virava tipo chicabon
eu olhava sabonete e achava que parecia apetitoso
eu achava que barcelona era no brasil
e que curitiba tinha praia (sério, fiquei MUITO decepcionada quando descobri que era mentira)
obviamente, acreditava que a nave da xuxa realmente voava
ah eu também achava que as emissoras de TV monitoravam audiencia através de espionagem

Eu achava que cabelo de Barbie crescia, mas que se você cortasse ele parava de crescer. E que as bonecas do gênero “Meu Bebê” podiam “cicatrizar” os riscos de caneta esferográfica que a gente fazia pra brincar de catapora.

Acreditava que aquelas bolas laranjas nos fios elétricos mais altos eram bolas de basquete, que lambada era aquilo que tem na rua e que camisinha era uma camisa de manga curta. Também acreditei por longas datas que as veias azuis em meus pulsos eram fruto de uma travessura minha de me rabiscar, que as marcas nunca tinham desaparecido.

Achava que gravidez era aleatória, tipo puft, tô grávida, que manchas brancas nas unhas eram sinal de que você ia ganhar presente, acreditava que existia uma passagem secreta aqui no prédio e que se a gente entrasse no espelho era tudo invertido com gêmeos maus.

Eu achava que congelar leite com nescau virava tipo chicabon, olhava sabonete e achava que parecia apetitoso. Achava que Barcelona era no Brasil, e que Curitiba tinha praia (sério, fiquei MUITO decepcionada quando descobri que era mentira).

Obviamente, acreditava que a nave da Xuxa realmente voava e que as emissoras de TV monitoravam audiência através de espionagem.

Anúncios